Fórum Ambiental fala sobre a fabricação de placas de aço em usinas siderúrgicas

2 de fevereiro de 2009 - 14:05

02/02/2009 – SEMACE/ASCOM

Na manhã dessa segunda-feira, 02, no auditório Régia Nântua, na sede da Superintendência Estadual do Meio Ambiente, em Fortaleza, foi realizado mais um Fórum Ambiental com a temática “O uso do aço na sociedade”, mais especificamente a produção de placas de aço em usinas siderúrgicas integradas. O público alvo da palestra era o corpo funcional do órgão.

Essa foi a última palestra de uma série de três, que falava sobre o funcionamento de uma siderúrgica de grande porte. Na ocasião, o responsável por ministrar os conteúdos foi o representante da Companhia Siderúrgica do Pecém, Pedro Braga, que explicou, hoje, o processo de aciaria e lingotamento contínuo.

De acordo com Pedro Braga, a aciaria é a unidade responsável pela transformação do ferro-gusa em aço, por meio da oxidação de elementos indesejáveis produzindo o aço líquido, bem como gás combustível. O setor tem uma alta capacidade de produção, “a cada 45 minutos são produzidas 300 toneladas de aço em cada convertedor”, disse.

Já o lingotamento contínuo, é o responsável pela solidificação do aço nas dimensões do produto semi-acabado formando as placas, tarugo redondo e retangular, pré-forma, bloco, tira ou chapa fina, além de co-produzir o carepa, que é uma camada de óxidos que ocorre na superfície do aço inoxidável ferrítico durante o processo de fabricação.