Praias com qualidade microbiológica aconselhável para banho

 

Este indicador é um estudo prospectivo realizado com o objetivo de verificar a necessidade de adoção de análises mais frequentes, visto que, quase sempre, não se tratam de áreas com grande adensamento populacional. O resultado é apresentado em percentual de praias do litoral do Estado que têm qualidade microbiológica aceitável para banho. São monitoradas 35 praias, sendo 17 pontos de coleta desde o município de Icapuí até Aquiraz (litoral Leste) e 18 pontos, desde Caucaia até o município de Barroquinha (litoral Oeste). Em cada um desses pontos são coletadas, mensalmente, amostras as quais são submetidas às análises bacteriológicas. Pelo critério adotado, é indicada a qualidade microbiológica das águas marinhas litorâneas, podendo ser: Aconselhável, quando o Número Mais Provável de Coliformes Termotolerantes (NMP) for 1.000/100mL, Em Alerta, quando estiver entre 1.000 e 2.500 NMP/100mL e Imprópria, quando estiver acima de 2.500 NMP/100mL. A praia pode ainda ser classificada na categoria imprópria,
mesmo apresentando baixas densidades de coliformes termotolerantes, em função da presença de resíduos ou despejos, sólidos ou líquidos, inclusive esgotos sanitários, óleo, graxas e outras substâncias, capazes de oferecer riscos à saúde ou tornar desagradável a recreação. Cabe ressaltar que chuvas intensas influenciam negativamente na qualidade das águas, pois incrementam o lançamento direto e indireto de esgotos (clandestinos) nas praias.